Terça-feira, 22 de Maio de 2012
Sequelas de AVC

As sequelas de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) vão depender da sua gravidade. Em alguns pacientes a irrigação sanguínea cerebral ocorre tão rapidamente, sendo logo recomposta que não deixa sequelas, pois não dá tempo das células cerebrais indevidamente irrigadas morrerem.

Em outros casos, há uma perda significativa de células cerebrais deixando maiores sequelas. Estas sequelas vão estar intimamente ligadas ao local em que houve o derrame ou a falta de sangue no cérebro. Na maior parte dos casos as sequelas são:

  • Depressão, irritabilidade, isolamento, impaciência, dificuldade nos relacionamentos,
  • Anteriorização de um ombro e perda de seus movimentos,
  • Contraturas e deformidades musculares que levam à perda do movimento de um braço, ou de todo um lado do corpo (hemiplegia),
  • Boca torta, dificuldade em falar, comer e de engolir a saliva,
  • Trombose venosa profunda,
  • Sensação de queimação no lado da hemiplegia,
  • Incontinência urinária e fecal,
  • Doenças do coração, caso o AVC tenha sido provocado por causas cardíacas.

Os pacientes que sofreram um AVC de qualquer tipo e tenha sequelas podem beneficiar-se das sessões de fisioterapia, que vão ajudar a reabilitar e recuperar movimentos que facilitem a vida diária, trazendo independência, melhorando assim a sua qualidade de vida.

Retirado de: http://www.tuasaude.com/sequelas-de-avc/


publicado por enfarpeladasocumveu às 00:54
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009
La inflamación sistémica pueden aumentar notablemente la tasa de deterioro cognitivo en los enfermos de Alzheimer

En pacientes con enfermedad de Alzheimer de causa de leve a severa, la inflamación aguda y crónica (indicada por los niveles de factor de necrosis tumoral (TNF)-a), se asocian con una progresión más rápida de la pérdida de memoria. Los participantes del estudio llevado a cabo por el Dr. Holmes y sus colaboradores se sometieron a pruebas cognitivas y midieron los marcadores de inflamación al inicio del estudio y a los 2, 4 y 6 meses.

Se entrevistó al cuidador principal de cada paciente en cada uno de estos momentos y, además, se evaluó la existencia de problemas inflamatorios sistémicos. En 192 pacientes (70%), los niveles TNF-a basal fueron de moderados a altos. Este hecho se asoció con un aumento de 4 veces la tasa de declive cognitivo en los siguientes 6 meses.

Aproximadamente la mitad de los sujetos experimentaron episodios inflamatorios agudos durante el seguimiento, relacionados con un aumento de los niveles de TNF-a y de la tasa de deterioro cognitivo.Por el contrario, los sujetos con bajos niveles de TNF-a durante el estudio no mostraron deterioro cognitivo.

 

Holmes C, Cunnigham C, Zotova E, Woolford J, Dean C, Kerr S, et al.

 

 

LER MAIS

  



publicado por enfarpeladasocumveu às 12:26
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Sequelas de AVC

La inflamación sistémica ...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Julho 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2013

Janeiro 2013

Junho 2012

Maio 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Entrevista a Alexandre Fr...

As feromonas da maçã

Reivindicar outra avaliaç...

A coragem para dizer: bas...

Dez Princípios para uma R...

Pode alguém ser quem não ...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds