Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Enfarpeladasocumveu

Enfarpeladasocumveu

A aprendizagem e o exercício

(...) O facto de estar em pé aumenta a circulação sanguínea no corpo, levando mais oxigénio ao cérebro. O aumento do oxigénio dá mais energia ao cérebro, reduz o stress e promove a produção de hormonas que ampliam o crescimento e fortalecimento das conexões entre as células nervosas. Estar sentado por longos períodos de tempo pode ter efeitos prejudiciais no corpo, incluindo uma redução da respiração profunda, aumento da pressão na coluna e olhos cansados (Jensen, 2000). Os alunos que ficam em pé ou que caminham de um lado para o outro durante a aula têm menos fadiga física, logo concentram-se mais eficazmente nos conceitos e nas tarefas.
Os neurocientistas descobriram que o cerebelo, que está envolvido na maior parte da aprendizagem, opera na sua mais elevada capacidade em períodos de movimento. Um estudo canadiano apurou que em 500 alunos, os que passavam mais uma hora por dia numa aula de educação física tiravam notas mais altas nos exames do que aqueles que não incrementaram o movimento físico. Leia mais em

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.